sábado, 18 de julho de 2009

Benquerença!



















Benquerença!
Efigênia Coutinho


Bem hajas, oh Benquerença! Á alegria
Que vem vindo inspirada nesta hora
Saindo de dentro da noite para a aurora
Na face o riso, como um rio em euforia.

Sendo bela essa saudade que não finda
São acenos encantador da minha morada
Cuido que ainda mitiga ainda aflora
São canções mágicas que me devoram.

Benquerença, meus ais da tua trama
Por altas marés, um coração que clama
D´esta arte, sonhos que ainda cerceiam.

Que cantem os melros na aurora
Soprando alegria pro lado de fora
Deixando o sonho que sempre aflora.

Balneário Camboriú
Julho 2009

11 comentários:

Alvaro Oliveira disse...

Olá Amiga Efigénia

Lindo soneto esta Benquerença.
Adorei.
Amiga tem no meu blog um mimo
para vc.

Um beijo

Alvato

Úrsula Avner disse...

Olá minha cara autora, um encanto de poesia que expressa sua sensibilidade e delicadeza na escrita poética. Prazer em te ler de novo. Bj.

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA AMIGA, SUBLIME ESTE SONETO... FIQUEI DESLUMBRADA... VOTOS DE BOM DOMINGO... ABRAÇOS DE CARTINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

DoUgLaS BaRrAqUi disse...

Ola minha doce poetiza...
passando p/ desejar a ti muitas felicidades e dizer que estou sempre por aqui...
Fique bem, fique com Deus!
muitas alegrias em decorência do sucesso!

virgínia além mar- peixe voador disse...

Efigenia a magia de teus versos sequestrou-me , também estou Poesia, muito obrigada princesa dos sonetos,
abraços tua virgínia

Victor Gil disse...

Oi amiga.
Lindo soneto, expressão poética que bastante admiro.
Já que estamos a falar em Benquerença, uma curiosidade: Existem duas povoações no distrito onde moro que se chama: Benquerença e Benquerenças.
Um beijo querida poeta
Victor Gil

Wanderley Elian Lima disse...

OLá Efigênia, estou visitando seu blog pela primeira vez. Parabéns pelos poemas.
Voltarei
Bjs

Anônimo disse...

Benquerença é tambem o que se sente
vendo a foto da menina
rosada linda poesia nascida de Vó poeta...só podia !
Fiz pra ela um recado rimado mas...enviei ao mail da maternidade.
Acredito que devem ter rido muito...
No computador só dou fora rsr Deve ter sido perdido.
Sua neta é um E N C A N T O
que Deus as Guarde
Beijo ao trio

Helena Armond

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

A qualquer hora em que chegares,
sentarás comigo à minha mesa.
A qualquer hora em que bateres a minha porta,
o meu coração também se abrirá.
A qualquer hora em que chamares,
eu me apressarei.
A qualquer hora em que vieres,
será o melhor tempo de te receber.
A qualquer hora em que te decidires,
estarei pronto para te seguir.
A qualquer hora em que quiseres beber,
eu irei a fonte.
A qualquer hora em que te alegrares,
eu bendirei ao Senhor.
A qualquer hora em que sorrires,
será mais uma graça que o senhor me concede.
A qualquer hora em que quiseres partir;
eu irei à frente nos caminhos.
A qualquer hora em que caíres,
eu estenderei os braços.
A qualquer hora, em que te cansares,
eu levarei a cruz.
A qualquer hora em que te sentires triste,
eu permanecerei contigo,
A qualquer hora em que te lembrares de mim,
eu acharei a vida mais bela.
A qualquer hora em que partires,
ficarás com a lembrança de uma flor.
A qualquer hora em que voltares,
renovarás todas minhas alegrias.
A qualquer hora que quiseres uma rosa,
eu te darei toda roseira.
Eu te digo tudo isso, porque não posso imaginar
uma amizade que não seja toda,
de todos os instantes e para todo bem.

by: Cid Moreira

Desejo uma linda semana com muito amor e carinho.
Abraços
Eduardo

Duarte disse...

Como te expressas, que alegria na metáfora... gostei!

Um grande abraço

Anônimo disse...

Efigênia , perdoa-me pela ausência , mas a saúde tem me colocado de férias e só agora , teimando, chego até a você pra abracá-la por nos presentear com tão lindos versos .
Beijão da Mercília